JUSTIÇA BRASILEIRA FALA SOBRE BLOCKCHAIN

Atualizado: 1 de ago. de 2021

SAIBA TUDO AQUI SOBRE ESSA CRYPTOMOEDA


Juízes brasileiros realizarão evento no Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) na próxima semana sobre várias tecnologias, incluindo blockchain.


A inovação digital é um desafio para o Judiciário, que deve buscar entender o que está acontecendo nos processos entre pessoas e empresas. Por exemplo, no estado do Paraná, a Operação Daemon recentemente teve repercussão na mídia nacional, prendendo cinco dirigentes de uma empresa do setor de Bitcoin que cometeu crimes contra investidores de clientes.


Casos como este ilustram bem que a inovação está se tornando cada vez mais comum, e os magistrados devem buscar constantemente atualizações. Tribunal paranaense sediará evento sobre tecnologia, inclusive citando blockchain O judiciário brasileiro busca cada vez mais entender as inovações e tecnologias utilizadas neste processo de mudança.


Na próxima quinta-feira (5), o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná promoverá o evento “Fórum Eletrônico de TIC na Justiça - 9ª Edição”.


O Sympla está aberto para inscrições gratuitas, e o evento público será realizado das 9h às 17h35 para discutir quatro temas principais. Um dos temas discutidos no evento serão as novas tecnologias, como blockchain, Internet das Coisas, big data, inteligência artificial, etc.


Essas tecnologias aparecem frequentemente nas necessidades dos tribunais brasileiros e paranaenses. O fórum terá 16 palestrantes confirmados, e haverá palestras de integrantes do Conselho Nacional de Justiça, da Secretaria da Justiça do Estado do Paraná, da Justiça Federal de Minas Gerais e da Quarta Distrital. Com isso, será possível compartilhar a experiência inovadora de diversos tribunais no Brasil e fornecer atualização aos profissionais da área sobre questões da atualidade.


“O 9º Fórum Eletrônico da Justiça TIC voltará à região Sul, sediado pelo Poder Judiciário do Paraná, e será realizado na modalidade virtual no dia 5 de agosto cerimônia. Esta versão será realizada com o apoio da Escola Judiciária do Paraná (EJUD-PR) e do Seminário Tribunal de Inovação. ” Recentemente, um grupo de juízes brasileiros e representantes dos EUA começou a estudar Bitcoin.


Obviamente, esse tema está recebendo cada vez mais atenção dos juízes nacionais, que continuam a discutir o assunto nas reuniões. Com isso, será possível compartilhar a experiência inovadora de diversos tribunais no Brasil e fornecer atualizações aos profissionais da área sobre questões atuais relacionadas.


Hoje, o blockchain é reconhecido como uma tecnologia confiável e tem afetado os resultados do processo no país.


BAIXEM A NOSSA LISTA DE TODAS AS REDES





FONTE:


FRANZ PIRES

presidente.png

Olá,

Somos a G7 INNOVATION COMMUNITY, uma comunidade altruísta com a intenção de ajudar cada um de vocês a gerarem renda no mundo dos ativos digitais.

Postagens

Tags