Rio de Janeiro estuda aplicar Tesouro em criptomoeda e dar desconto para IPTU pago em Bitcoin.

“A gente vai lançar o Crypto Rio e aplicar 1% do Tesouro em criptomoeda”, disse o prefeito Eduardo Paes




O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, falou durante a abertura da Rio Innovation Week na quinta-feira (13) que a prefeitura da cidade pretende investir uma porcentagem do Tesouro em criptomoedas.

“A gente vai lançar o Crypto Rio e aplicar 1% do Tesouro em criptomoeda”, disse ele. Já nesta sexta-feira (14) foi publicado decreto que cria um grupo de trabalho para propor ações relacionadas ao desenvolvimento do mercado cripto com o objetivo de impulsionar a economia carioca nesse universo.

O grupo, coordenado pela Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, vai estudar formas de estimular o uso das moedas por meio de descontos ao contribuinte, como no pagamento do IPTU, por exemplo.


Segundo nota da prefeitura, as moedas digitais cariocas serão chamadas de Crypto Rio e poderão ajudar na ampliação de recursos para projetos estratégicos da cidade.


O texto também confirma o estudo para aplicação do Tesouro em criptomoedas. O resultado do trabalho do grupo será divulgado em 90 dias a contar da publicação do decreto.


No evento de ontem, Paes disse que sua intenção também é fazer investimentos futuros em inovação e tecnologia, como fez a cidade americana, e falou sobre a criação do Porto Maravalley, área do Porto Maravilha com incentivos fiscais para empresas do segmento tech.


Sobre a parte de incentivos fiscais, após o evento, os secretários Pedro Paulo, da Fazenda, e Chicão Bulhões, de Desenvolvimento Econômico e Inovação, falaram ao jornal O Globo: “Estamos estudando a possibilidade de quitar impostos com desconto adicional se pagar com bitcoins. Você pega o desconto da cota única de 7% (do IPTU), vira 10% se pagar em bitcoin”, disse Paulo.


“Vamos estudar o arcabouço jurídico para fazer isso”.


Paes falou ao lado de Francis Suarez, prefeito de Miami, a primeira cidade dos Estados Unidos a lançar uma criptomoeda própria, a MiamiCoin. Em outubro do ano passado, Suarez, que também recebe salário em Bitcoin (BTC), anunciou que o projeto já havia captado US$ 7,1 milhões em investimentos.



FONTE: Clique Aqui


======================================

Colaboração e pesquisa de:

Ferraz



Baixem o nosso termo de serviço:


Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso bloog são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral.


Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.




FRANZ PIRES

presidente.png

Olá,

Somos a G7 INNOVATION COMMUNITY, uma comunidade altruísta com a intenção de ajudar cada um de vocês a gerarem renda no mundo dos ativos digitais.

Postagens

Tags