Binance Smart Chain (BSC) – Guia para iniciantes

Apesar de ser originária da China, um dos países mais hostis às criptomoedas, a Binance conseguiu se tornar a maior exchange de criptomoedas do mundo, atendendo a mais de 13,5 milhões de usuários ativos.


Agora com sede nas Ilhas Cayman, a missão da Binance é oferecer um pacote completo de serviços de criptomoedas.


Um dos principais pilares desta oferta é a Binance Smart Chain (BSC), uma plataforma de contrato inteligente de código aberto que permite que as pessoas participem do Finance 2.0.


Este guia mostrará o que é a BSC e como tirar proveito de todos os seus recursos.

O que é Binance Smart Chain

A Binance Smart Chain (BSC) representa a segunda geração da tecnologia blockchain.


Embora o Bitcoin (BTC), Litecoin (LTC), Dogecoin (DOGE) e outras sejam as criptomoedas mais conhecidas, elas são apenas a primeira geração de blockchains com o único propósito de produzir um produto – dinheiro digital.


Em contraste, a Binance Smart Chain é uma plataforma blockchain generalista pronta para implantar contratos inteligentes. Essas partes automatizadas de código podem codificar qualquer lógica concebível, incluindo serviços bancários tradicionais – trocas, empréstimos entre outros. Em um nível técnico, o desenvolvimento de um contrato inteligente da BSC é possível graças ao EVM – Ethereum Virtual Machine.


Assim como há motores na indústria de videogames que impulsionam os jogos, como Unreal Engine ou Source, existem motores de blockchain. Devido à natureza descentralizada, um EVM deve funcionar como um computador descentralizado, executando contratos inteligentes dispersos por milhares de computadores – nós de rede.


Ethereum virtual machine: Ilustrado por Takenobu T.

Por causa desse legado do EVM compartilhado, a BSC pode facilmente oferecer suporte a contratos inteligentes escritos em outras blockchains compatíveis com EVM. Mais uma vez, isso é análogo a portar um jogo de PC para PlayStation ou Xbox e vice-versa. Portanto, a compatibilidade do motor é a chave.


Além disso, por meio da API Binance (interface de programação de aplicativo), os desenvolvedores se conectam aos servidores Binance para codificar contratos inteligentes em qualquer número de linguagens de programação – GO, Java, JavaScript, C ++, C #, Python ou Swift.


Binance Chain vs Binance Smart Chain

A Binance implantou a Binance Chain em abril de 2019 para facilitar o trading quase instantâneo. No entanto, a desvantagem dessa velocidade de ultra transação foi a falta de programabilidade de contrato inteligente. Como os contratos inteligentes exigem um grau muito maior de poder computacional, a Binance decidiu primeiro lançar uma rede de blockchain especializada em trading rápido.


Se você se lembra, o Ethereum enfrentou muitos desses congestionamentos, especialmente quando os NFTs entraram em cena. Por exemplo, quando as pessoas correram para coletar e negociar CryptoKitties (gatos de desenho animado como NFTs), toda a rede Ethereum parou em dezembro de 2017.


Com tais problemas de congestionamento sendo inevitáveis, a Binance implantou a Binance Smart Chain em setembro de 2020 como sidechain BC.



BSC vs BC: Binance



Auxiliando a Binance Chain com contratos inteligentes, a BSC é totalmente compatível, permitindo a migração de cripto-ativos de uma cadeia para outra. Enquanto a Binance Smart Chain oferece suporte ao padrão de token BEP-20, a Binance Chain oferece suporte ao padrão de token BEP-2. Assim como é o caso com o padrão de token ERC-20 da Ethereum, o BEP-20 se concentra na fácil implantação de tokens em protocolos DeFi.



A maneira mais fácil de mover os fundos da BSC para a BC e vice-versa é por meio da Binance Chain Wallet. Ela permite que você acesse fundos na BC, BSC e Ethereum. Além disso, se você deseja negociar NFTs ou se envolver na yield farming para obter renda passiva, ela se integra perfeitamente ao seu navegador como uma extensão.



No entanto, a carteira Binance Chain ainda não chegou nos dispositivos móveis como um aplicativo. Isso não é um problema, porque se você já tem uma conta na Binance, também é uma carteira da web, acessível através de qualquer dispositivo e sistema operacional. Entretanto, lembre-se de que as carteiras da web são de custódia – elas mantêm sua chave privada, portanto, o controle de terceiros sobre seus fundos.


Como funciona a BSC?

Como uma blockchain de segunda geração, a BSC usa o algoritmo de consenso Proof-of-Staked-Authority (PoSA). Ou seja, ele combina o proof-of-stake (PoS) delegado com o proof-of-authority (PoA). Portanto, isso torna a BSC muito mais eficiente em termos de energia do que as blockchains de primeira geração que contam com Proof-of-Work (PoW), como Bitcoin ou Ethereum.


Além disso, o Bitcoin frequentemente aparece nas manchetes de notícias devido à quantidade de eletricidade que seu PoW precisa para proteger a rede, mais comumente intitulado como “Bitcoin usa tanta energia quanto o país X”. O PoS remove essa bagagem de energia usando validadores de staking – em vez de poder computacional – mineradores – para confirmar transações e adicionar novos blocos de dados.


Proof-of-stake delegada

Um PoS delegado é mais um passo à frente, introduzindo mecanismos de votação e delegação, de modo que aqueles com maior poder de participação não dominem toda a rede. Quase todos as novas blockchains de contratos inteligentes usam alguma derivação de PoS – Cardano, Algorand, Solana, Avalanche, Cosmos, etc. Os PoS se tornaram populares não apenas porque removem mineradores como tais, mas também contam com uma estrutura de incentivos para proteger a rede.


Proof-of-Authority

Afinal, aqueles com mais stakings (tokens travados) recebem recompensas maiores para preservar a rede. No entanto, como pode acontecer que stakes de tamanhos iguais tenham valores diferentes, os desenvolvedores fizeram uso do proof-of-authority para segurança adicional. O PoA simplesmente substitui o valor monetário pela identidade do validador.


Atualmente, a Binance Smart Chain possui 21 validadores encarregados de processar transações e proteger a rede, tornando-a uma plataforma de contrato inteligente altamente centralizada. Para efeito de comparação, o Ethereum, a caminho da atualização ETH 2.0, tem mais de 200.000 validadores.

Por último, quando a BSC precisa de uma atualização ou patch, ela entra em um período de época que consiste em 240 blocos (cerca de 20 minutos). Como outra propriedade de PoS para reduzir o comportamento malicioso – assinatura dupla e tempo de inatividade do nó – a BSC também emprega um mecanismo de governança de “corte”, que remove uma parte significativa da participação do validador.


Taxas de rede BSC em comparação com Ethereum

Como as blockchains são redes descentralizadas sem supervisão centralizada, isso não significa que sejam de uso livre. Sempre que um validador processa uma transação, sua recompensa vem das taxas de rede, denominadas de gwei.


1 gwei = 0,000000001 ETH

Se compararmos a BSC com o Ethereum, o primeiro é muito mais acessível.




Taxa média de rede da Binance Smart Chain: bscscan.com

Como você pode ver, desde o seu lançamento, as taxas de rede da BSC diminuíram consideravelmente, da média inicial de 25 Gwei para os atuais 6,4 Gwei. Em contraste, as taxas de rede do Ethereum têm flutuado descontroladamente.

Atualmente, a taxa média da rede do Ethereum é 95 Gwei – 14x mais alta do que na BSC!

Claro, para determinar a taxa da rede em dólares ou reais, primeiro temos que multiplicar Gwei por 21.000 – a quantidade mínima de rede necessária para processar uma transação. Em seguida, chegamos à seguinte diferença de taxa de rede entre as duas cadeias de blocos:

  • Taxa média de rede da Binance Smart Chain por transação – US $ 0,35 ou R$ 1,88;

  • Taxa média de rede do Ethereum por transação – US $ 5,2 ou R$ 27,90.

Além disso, essas são apenas as taxas básicas – aquelas que não incluem transações mais complexas envolvidas com protocolos DeFi. Resultante dessa grande diferença nas taxas de transação, a BSC se tornou extremamente popular. Em 29 de setembro de 2021, o Ethereum detém 722.368 endereços ativos.

Ao mesmo tempo, a BSC possui 942.411 endereços ativos.




Endereços BSC: bscscan.com

Uma atividade diária de 30% em favor da BSC é notável, dado o fato de que o Ethereum possui quatro vezes mais cripto-ativos do que o valor bruto bloqueado (GVL).




Tokenômics da BSC

O que o ETH é para o Ethereum, a Binance Coin (BNB) é para a Binance Smart Chain. Os detentores podem usar o ativo para pagar taxas de transação e negociação na própria exchange Binance, incluindo a exchange descentralizada Binance (DEX). A criptomoeda BSC nativa lançada durante o ICO conduzido em julho de 2017 como um token ERC-20, menos de duas semanas antes do lançamento da Binance.

Inicialmente, era possível obter 2.700 BNB para um único ETH ou 20.000 BNB para um único BTC. No acumulado do ano (YTD) desde então, a BNB superou o Bitcoin em 825% e o Ethereum em 572%.




FONTE: Clique Aqui:


======================================

Colaboração e pesquisa de:

FERRAZ



Baixem o nosso termo de serviço:


Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso bloog são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.




FRANZ PIRES

presidente.png

Olá,

Somos a G7 INNOVATION COMMUNITY, uma comunidade altruísta com a intenção de ajudar cada um de vocês a gerarem renda no mundo dos ativos digitais.

Postagens

Tags